ANSA

Promovendo a justiça e a solidaridade no Araguaia

Estes são os 3 aprendizados da VIIª Mostra Socioambiental do Araguaia

segunda-feira, Junho 17, 2019

Depois de três dias intensos, com muitas atividades e com mais de 1.500 visitantes, fechamos a VIIª edição da Mostra SOcioambiental do Araguaia.

Como todos os anos, gostamos de fazer uma pequena reflexão sobre o que temos aprendido.

No final das contas, a Mostra é o maior evento do Araguaia, depois da poderosa feira do agronegócio de Confresa, claro…rsrs.

1. O primeiro aprendizado é que PODEMOS.  Ora, 1.500 pessoas, mais de 50 expositores, mais de 3.000 produtos da agricultura familiar, dos Povos Indígenas do Araguaia, do Xingu e até do Juruena; com diversos empreendimentos da economia solidária…é uma prova de que uma outra economia é possível. É a demonstração de que podemos sim construir aos poucos um novo modelo agrícola para o Araguaia, onde caibamos todas/os e onde respeitemos a natureza e as gerações futuras.

2. A segunda lição é que tem gente que está “lá na frente”.  O Grupo de Feirantes do Assentamento Dom Pedro permitindo que em São Félix possamos consumir produtos naturais e saudáveis; a Fábrica de Polpa de Frutas tem mais de 10 anos fabricando polpa natural, sem qualquer aditivo e só com frutas da nossa região; o Povo Xavante de Marãiwatsédé coletando sementes para reflorestar áreas desmatadas; e uma enorme lista de pessoas, grupos, comunidades e empreendimentos que há anos nos indicam qual o caminho a seguir. Muitas vezes na contramão das modas, enfrentando as dificuldades de serem os primeiros, mas fazendo o futuro, agora.

3. Do que o povo gosta. Gente, 1.500 visitantes vindos de toda a região. O espaço da Feira Municipal lotado. Famílias querendo ver o que os seus vizinhos, os seus parentes e os seus conhecidos fazem com as suas próprias mãos. Uma festa lotada, o forró bombando em São Félix em uma Mostra Socioambiental nossa, feita por gente daquí, com voluntários e pessoas que nos ajudam sem ganhar nada. Eis a festa da participação, do povo, da comunhão e de estarmos construindo um espaço nosso, com aquilo que a gente faz e gosta de fazer.

Não é querendo falar mal dos outros (mas falando um pouco rsrs),...mas organizar uma Mostra dessas características, sem grandes empresas por trás, sem grandes “doadores” financiando e sem precisarmos ter a ostentação das bandas ou dos grandes shows, é o que faz da Mostra Socioambiental do Araguaia o evento “mais grande” da nossa região!

Obrigado a todas/os!!

Back To List